quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Notícias

In:

Fesuper projeta R$25 milhões em volume de negócios em sua 13ª edição

A 13ª Feira de Supermercados de Alagoas (Fesuper) reúne, até esta sexta-feira (20), no Centro Cultural e de Convenções Ruth Cardoso, importantes nomes do comércio alagoano, entre eles os segmentos de panificação, distribuição e atacado. Apoiado pelo Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), o evento é organizado pela Associação dos Supermercados de Alagoas (ASA). feira de supermercados
A feira tem como uma de suas propostas a apresentação de novos produtos ao público, com preços diferenciados. Os setores de abastecimento, da Associação dos Supermercados, da Associação do Comércio Atacadista e Distribuidor, da Associação dos Panificadores e da Associação dos Bares e Restaurantes terão a oportunidade de expandir mercado, dentro dessa linha. Além disso, palestrantes vão orientar o setor produtivo em painéis voltados para assuntos do interesse desse público. No primeiro dia, o economista Cícero Péricles falou sobre a atual conjuntura da economia alagoana.
O Governo de Alagoas conta com um estande no evento, montado para passar informações e orientações aos empresários sobre as questões que envolvem o setor da Indústria, Comércio e Serviço. Quatro indústrias alagoanas também estão acomodadas nesse espaço, para a exposição de seus produtos, entre elas a Frutti Mais, com a produção de sucos e energéticos; Copra Alimentos, produtora de derivados de coco que tem como seu principal diferencial o óleo de coco extravirgem; Star Fest, fabricante de produtos descartáveis para festas; e a Batalha, com leites e derivados.
Segundo o secretário do Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, o governo não mede esforços para fomentar o desenvolvimento da economia alagoana. “É de eventos como a Fesuper que Alagoas precisa para agregar valor à nossa economia. Desde o início dessa gestão o Estado, entende a necessidade de realizações de feiras desse porte, por isso apoia e comemora que a sua 13ª edição”, afirmou Luiz Otávio. “Alagoas precisa de mais espaços para negociar e promover a discussão especializada, que ajude a valorizar o produto alagoano, é para isso que trabalhamos”.
Segundo o presidente da Fesuper, Raimundo Barreto, nesses três dias de evento, a Feira deve gerar mais de R$ 25 milhões em volume de negócios. “Temos aqui uma oportunidade enorme para o setor produtivo, em termos de movimentação. A partir das articulações feitas aqui dentro da Feira, nós projetamos a geração de 20 mil empregos diretos e mais de 60 mil indiretos. É desse incentivo que o segmento precisa para se desenvolver”, revela.
Nesta quinta feira (19), quatro palestras foram proferidas durante a Fesuper, na sala Pitanga do Centro de Convenções. Os presentes receberam informações sobre a regulamentação e benefícios para o mercado atacadista e distribuidor; novos horizontes em automação; produtos e serviços do Banco do Brasil; e armazenagem e estocagem em câmera frigorífica. Nesta sexta-feira (20), três palestras ocupam a sala Mangaba. As atitudes de um vendedor campeão, noções do Código do Consumidor e a importância do rastreamento para a segurança de um negócio, encerram o evento.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com