sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Notícias

In:

Enfrentamento à Situação de Rua de Crianças e Adolescentes foi tema de caminhada nesta terça-feira no Centro de Maceió

Por Ivan1

Concentração ocorreu na escadaria da Igreja dos Martírios e caminhada seguiu até a Praça Deodoro  

A Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, participou, nesta terça-feira (23), do Dia Nacional de Enfrentamento à Situação de Rua de Crianças e Adolescentes, que contou com uma caminhada no Centro de Maceió. A concentração ocorreu na escadaria da Igreja dos Martírios e seguiu até a Praça Deodoro. Crianças, integrantes do Projeto Consultório na Rua e secretários municipais estiveram presentes.
O ato foi referente ao dia 23 de julho, quando, em frente à igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, policias abriram fogo contra cerca de 70 pessoas que dormiam no entorno da igreja. Oito dessas eram jovens e foram assassinados brutalmente no centro comercial e religioso da capital fluminense.
“É importante lembrar que existe uma candelária todos os dias em nosso país”, afirmou o superintendente de Políticas para Criança e Adolescentes, Claudio Soriano, que participou da caminhada. “Nossa preocupação é que a defesa para Crianças e Adolescentes de Alagoas aconteça todos os dias, por isso estamos trabalhando para que dias melhores possam surgir’’.
Soriano disse ainda que as crianças e os adolescentes que estão na rua encontram-se sujeitos a uma série de problemas que a própria rua leva, como a questão da criminalidade, exploração sexual, invisibilidade, entre outros.
Um integrante do projeto Consultório na Rua, da Secretaria Municipal de Saúde, disse que o trabalho é feito com uma equipe multidisciplinar para redução de danos com as crianças e adolescentes de rua. “
“Esse ato de hoje é uma forma de ressuscitar a tragédia que aconteceu na candelária para podermos brigar por esses cidadãos que são excluídos pela maioria da sociedade, mas que são seres humanos com direitos iguais a nos como saúde, educação, moradia, lazer, e esse é nosso objetivo, ajudá-los da melhor forma’’, explicou Rafael Torres.
A Campanha busca consolidar o Dia Nacional de Enfrentamento à Situação de Rua de Crianças e Adolescentes. Há oito anos em execução, a campanha “Criança não é de Rua” tem contado com o envolvimento e a contribuição de diversos estados brasileiros para mudar a situação de jovens que vivem nas ruas. O ato realizado na manhã desta terça-feira aconteceu em todos os estados do Brasil.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com